Fique atento às notícias sobre saúde

Hoje em dia recebemos todos os tipos de conteúdo a todo momento, pelo WhatsApp. Muitas vezes, essas notícias e divulgações são falsas e podem causar um belo problema.
O Ministério da Saúde disponibiliza um portal para você ficar por dentro do que é verdade e mentira sobre a saúde.
Veja e compartilhe com seus amigos e familiares: https://www.saude.gov.br/fakenews

Coronavírus em Campinas

Especialistas falam sobre o risco da chegada do Novo Coronavírus na Região Metropolitana de Campinas.

Veja a matéria completa: https://bit.ly/2wepkMk

Cirurgia de implante Coclear

Os serviços de Otorrinolaringologia e Fonoaudiologia do Hospital PUC-Campinas foram credenciados pelo Ministério da Saúde na operação da cirurgia de implante coclear através do SUS.

Os pacientes buscam a cirurgia pela perda auditiva súbita de grau severo ou profundo. Para as crianças que nasceram com a surdez, a cirurgia proporciona o estabelecimento da comunicação oral, que só é possível por meio de uma audição adequada. Já os adultos, o retorno do convívio social e melhora da qualidade de vida são outros benefícios geralmente trazidos com o implante.

Pelo SUS, a cirurgia até então só podia ser realizada no Hospital de Clínicas da Unicamp. O Hospital PUC-Campinas realizará de duas a três cirurgias por mês e o agendamento será regulado pelo sistema de gerenciamento SUS do Hospital PUC-Campinas, conforme o convênio existente entre o hospital e a prefeitura municipal.

Coronavírus

Fique atento!

Excelência na gestão

Nos dias 3 e 4 de fevereiro, o Hospital PUC – Campinas recebeu a primeira visita de manutenção do Nível 3 da Acreditação da Organização Nacional de Acreditação (ONA), comprovando, mais uma vez, a Excelência na gestão, interação entre os processos e segurança.

O Hospital está há muitos anos nessa jornada pela Excelência. Cada profissional envolvido é responsável por nossas conquistas e agradecemos a todos que contribuíram e contribuem para que sejamos sempre referência.

Dia Mundial do Câncer

A conscientização e o incentivo à prevenção são grandes gestos de amor e respeito. No Dia Mundial do Câncer, lembre-se, o hospital PUC-Campinas também estará nessa luta o ano todo, pelo bem-estar, pela vida.

Criança sempre no banco de trás

Vai curtir um passeio em família? Então não se esqueça de que as crianças devem sempre ir no banco de trás e utilizar o cinto de segurança. Dessa maneira, evitamos acidentes que muitas vezes são fatais.
Dirija com cuidado e com responsabilidade para aproveitar sempre.

Aproveite as férias para cuidar da saúde

Janeiro é o mês de férias para muitas pessoas e pode ser uma excelente ideia tirar um tempinho para ficar em dia com a sua saúde. Procure o seu médico e faça uma consulta de rotina, isso é rápido, fácil e você curte ainda melhor as suas férias.

Hidrate-se durante o verão

Hidratar-se é sempre importante, porém as altas temperaturas pedem um cuidado a mais. Procure andar sempre com a sua garrafinha d’água e ingerir alimentos saudáveis, como frutas, por exemplo.
Ao se manter hidratado, você garante um melhor funcionamento dos órgãos e do metabolismo.

Como evitar acidentes domésticos?

Muitos acidentes domésticos podem ser evitados com pequenos cuidados. Pisos molhados são perigosos, principalmente quando há criança na casa.  Além disso, caso você realize alguma tarefa de conserto, proteja-se com equipamentos de segurança e peça ajuda para mais uma pessoa. Outra dica é sempre verificar a voltagem de eletrodomésticos antes de ligá-los na tomada.
Com pequenos cuidados, temos grandes resultados.

Cuidado com as crianças na praia

Curtir a praia com a família é uma delícia, mas, nesta época do ano, é sempre bom tomar alguns cuidados. As praias estão lotadas e todos os anos vemos acidentes que podem ser evitados. Busque não deixar os pequenos desacompanhados, principalmente quando vão ao mar, pois, além do perigo da água, muitas crianças têm dificuldade de localizar os pais na hora de retornar ao guarda-sol e à barraca.
Curta as férias em família com segurança.

Mais organização, menos correria

Levar uma vida organizada evita aquela correria do dia a dia e diminui o estresse que tanto nos faz mal. Comece organizando pequenos espaços e tarefas até que isso vire um costume.

Curso para gestantes

Em virtude da pandemia do Covid-19 o Curso para Gestantes foi suspenso.

Mas pensando nesse momento cheio de dúvidas e descobertas, o Hospital PUC-Campinas disponibilizou gratuitamente um material informativo sobre a gestação!

Você pode acessar o material clicando abaixo:

Perfil do idoso vítima de trauma atendido em uma Unidade de Urgência e Emerg.

Autor: Rogério Silva Lima e Maria Luíza Pesse Campos

E-mail: ai@hmcp.puc-campinas.edu.br

O objetivo deste artigo foi identificar o perfil epidemiológico do idoso vítima de trauma atendido em uma Unidade de Urgência e Emergência de um hospital universitário. Trata-se de um estudo quantitativo, do tipo descritivo e transversal. O tratamento dos dados deu-se pelo uso de estatística descritiva e de gráficos e tabelas. A maioria das vítimas residia na cidade de Campinas (93,5%) e era do sexo feminino (66,7%), a faixa etária predominante foi de 70 a 74 anos e grande parte possuía comorbidades (77,8%) com prevalência da Hipertensão Arterial. Quanto ao tipo de acidente resultante do trauma as quedas da própria altura apresentaram maior incidência (79,6%). As lesões resultantes caracterizaram-se pelo predomínio de lesões de superfície (22,7%) seguido pelo traumatismo cranioencefálico leve (15,1%). Com relação ao destino da vítima nas primeiras 24 horas 49,1% obteve alta hospitalar e 22,2% sofreu internação hospitalar para abordagem cirúrgica da lesão.

Faça o download deste artigo

Cardiologia do Esporte e Reabilitação Cardíaca Teste Ergoesp. e Ergométrico

Autor: Marcos Bianchini Cardoso

E-mail: sap@hmcp.puc-campinas.edu.br

A prática regular de exercícios físicos e um estilo de vida mais ativo tem grande importância na redução da morbidade e mortalidade cardiovascular. Porém a morte súbita em atletas jovens durante práticas esportivas, gera um grande impacto na sociedade, sendo de suma importância o posicionamento assistencial e científico bem definido do médico e de todos profissionais da área da saúde que atuam no esporte. A utilização do eletrocardiograma de 12 derivações, além da história médica e exame clínico, é preconizado como aditivo na avaliação pré-participação de atletas jovens pelo consenso Europeu, diferentemente do Americano. Diante dessa controvérsia, realizaremos a avaliação pré-participação em atletas jovens com a finalidade de comparar os dados com e sem a utilização do eletrocardiograma. Com isso, visaremos demonstrar a importância desse exame na avaliação pré-participação.

Faça o download deste artigo

A análise do pulso de ultra-som em pacientes com artrite reumatóide precoce

Autor: José Alexandre Mendonça

E-mail: mendoncaja@ig.com.br

No presente estudo, avaliamos 42 pulsos utilizando o método semi-quantitativo escalas de energia de ultra-som Doppler (PDUs) e escala de cinza ultra-som (GSUS), com escores variando de 0 a 3 e correlacionados com os resultados clínicos, laboratoriais e radiográficos. Vinte e um pacientes (17 mulheres e 4 homens) com artrite reumatóide, segundo os critérios do Colégio Americano de Reumatologia foram incluídos no estudo de Setembro de 2008 a julho de 2009 na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). A duração da doença média foi de 14 meses. Os pacientes foram 66,6% brancos e 33,3% não-brancos, com idade média de 42 e 41 anos, respectivamente.

Faça o download deste artigo

Prevenção nas férias. Atenção redobrada

Acidentes na Infância: Saiba Como Evitar

Os acidentes na infância representam a principal causa de morte de crianças e adolescentes de 1 a 14 anos no Brasil, vítimas de acidentes de trânsito, afogamentos, sufocações, queimaduras, quedas, intoxicações entre outros.

Sem a rotina da escola, as crianças podem ter mais tempo para aproveitar o parquinho do bairro ou as áreas de lazer dos prédios. Neste momento, alguns cuidados são essenciais, principalmente se a criança frequenta ambientes com fluxo de automóveis. Os atropelamentos representam a principal causa de morte de crianças de 1 a 14 anos entre os acidentes de trânsito. A brincadeira no parquinho deve ser supervisionada e as áreas dos condomínios próximas à garagens, evitadas.

Outro perigo, a queda, também é muito comum nos playgrounds. Este tipo de acidente representa a principal causa de hospitalização. Para evitá-las, supervisione a brincadeira da criança e verifique se os equipamentos estão enferrujados, quebrados ou contêm superfícies perigosas. Cuidado também para as brincadeiras com pipas: só em locais abertos e longe dos fios de alta tensão.

A segurança dos pequenos também é prioridade na hora de pegar estrada! Durante qualquer trajeto de automóvel (rodovias ou vias urbanas), a criança deve sempre estar no banco de trás e é essencial o uso do dispositivo de retenção mais adequado – as cadeirinhas – de acordo com a altura, o peso e a faixa etária dela.

Praias e piscinas são os locais mais procurados no verão, e o afogamento é uma das principais causas de acidentes com crianças – ficando atrás apenas dos acidentes de trânsito. Para evitar este tipo de acidente, recomenda-se o uso de colete salva-vidas e supervisão total enquanto as crianças estiverem na água ou próximas a ela.

Período de férias também significa mais tempo dentro de casa. Dessa forma, as crianças podem estar mais expostas aos riscos de acidentes no ambiente doméstico, caso das quedas, queimaduras, intoxicações e sufocações, e por este motivo necessitam de supervisão constante dos adultos.

As férias escolares chegaram e com elas as viagens, os passeios e mais tempo livre para as brincadeiras. Época de muita diversão, mas também de muita atenção para evitar acidentes.

Veja algumas dicas.

Queimaduras
Entre 0 e 1 ano é comum a queimadura com mamadeira, água de banho, e pelo sol. Para evitar basta colocar uma gotinha do leite no dorso da mão, experimentar a água do banho usando o cotovelo e expor a criança ao sol somente antes das 10 horas e após as 15 horas. Em caso de queimaduras, os primeiros socorros são lavar o local com água e sabão e encaminhá-la ao médico.

Entre 1 e 6 anos são comuns acidentes com panelas. As crianças costumam puxar as panelas do fogão. Para evitar basta não deixar as panelas com os cabos voltados para fora. Também é importante manter longe do alcance das crianças torradeiras, cafeteiras, ferros elétricos, fósforos e isqueiros.

Intoxicação
É comum a criança ingerir plantas venenosas, produtos de limpeza e medicamentos, desde que estejam ao seu alcance. A primeira providência caso isto ocorra é ligar para um médico com a embalagem do produto nas mãos. Caso não o encontre, leve a criança ao hospital com a embalagem nas mãos.

Quedas
Nas crianças pequenas, a queda é comum de um trocador, sofá, banco de carro e cama. Para prevenir coloque a criança em locais adequados, berço e cercadinho, evitando expô-la ao perigo. Entre 1 e 6 anos as quedas ocorrem das janelas, escadas, muros e playgrounds. Para evitar coloque grades nas janelas e portões nas escadas. Além disso, redobre a atenção em locais de brincadeira.

Asfixia
Existe uma grande probabilidade de acontecer este tipo de problema com crianças entre 0 e 1 ano de idade. Normalmente isto acontece com cordões, sacos plásticos, fios, madeira, botões, colchão e cobertor. O importante é manter estes objetos longe da criança, nunca deixá-la mamando sozinha e não use cordões no pescoço para prender a chupeta, roupas com botões, acessórios que possam enrolar no pescoço da criança causando asfixia. Evite colocar a criança na mesma cama para dormir com os pais.

Choque Elétrico
A partir dos 6 meses até 6 anos, a criança desloca-se pela casa com curiosidade. As tomadas são um alvo fácil, e também os fios. A prevenção de possíveis choques pode ser feita com um protetor especial para as tomadas e escondendo-se os fios. Mas caso o choque aconteça, desligue a chave geral, solte a criança do que está segurando e leve-a ao médico.

Afogamento
Até 1 ano de idade é importante não deixar a criança sozinha no banho, em piscina ou em área de serviço onde há baldes de água. Quando a criança começa a crescer o problema aumenta, pois continua a atração pela água. Evite deixar a criança sozinha em piscinas, tranque a porta do banheiro e da área de serviço e em áreas de lazer como lagos e praia, leve sempre um objeto flutuante e não a deixe fora do alcance. As bóias devem suportar o peso da criança com facilidade.

Engolir objetos
De 0 a 1 ano crianças levam tudo à boca, como peças de brinquedos, botões, bicos de chupetas e outros. Alguns brinquedos podem soltar pequenas partes e as crianças podem engasgar ao levar á boca, procure brinquedos grandes, resistentes sem pontas finas e salientes e com certificação .

Quando a criança começar a crescer o problema passa a ser chicletes, pipocas, balas, caroços, pirulitos e moedas. Para evitar é só guardar as guloseimas longe do alcance e trancadas, e manter as moedas fora de circulação.

Outros acidentes

Tem aumentado o número de acidentes, entre crianças maiores e pré-adolescentes com bicicleta e skate, assim é necessário que uma criança que vá participar dessa modalidade de lazer esteja corretamente protegida. Ao andar de bicicleta, recomenda-se os capacetes de proteção (comuns e obrigatórios em outros países e no Brasil uma raridade); para os skaitistas, a utilização de capacetes, cotoveleiras e joelheiras.

Já os adolescentes que querem se aventurar em esportes radicais, por exemplo, rapel, arvorismo, trilhas, sempre procurar treinamento e acompanhamento com profissionais experientes nessas áreas.

Alerta
Estes são apenas alguns exemplos entre os vários acidentes que podem acontecer com crianças. A palavra de ordem é manter uma atenção redobrada e, no caso de acontecer algum acidente, além do socorro imediato, procure sempre um hospital ou centro de saúde.

Dr. José Espin Neto – Pediatra do Hospital PUC-Campinas-Campinas

Combate Contra a Dengue

Você sabia que uma tampinha com água parada é suficiente para ser um criadouro do mosquito?

O mosquito aedes aegypti, o da Dengue, é típico de regiões com presença de calor e chuvas. O macho alimenta-se de frutas e outros vegetais adocicados. A fêmea, porém, alimenta-se de sangue, principalmente humano. As fêmeas costumam picar o ser humano, no início da manhã ou no final da tarde, nas regiões dos pés, tornozelos e pernas. Isso ocorre pois costumam voar a uma altura máxima de meio metro do solo. A fêmea deposita seus ovos em locais com água parada (limpa ou pouco poluída). Por isso, é importante não deixar objetos com água parada. Sem esse ambiente favorável, o aedes aegypti não consegue se reproduzir.

Veja como se proteger do mosquito da dengue:Lave, semanalmente, os tanques utilizados para armazenar água por dentro e com escova, e mantenha-os tampados; Mantenha a caixa d’água, tonéis e barris sempre bem tampados; Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje; Retire os pratinhos das plantas ou encha-os de areia; Entregue pneus velhos no posto de reciclagem ou guarde-os sem água em local coberto; Tire tudo que possa impedir a água de correr pela calha; Embale todo material reciclável; Guarde as garrafas sempre de cabeça para baixo; Procure o Serviço de Saúde em caso de febre, dores de cabeça e no corpo.

Não adianta cuidar apenas da limpeza de sua casa, de seu quintal ou de seu bairro. O seu ambiente de trabalho também precisa estar limpo para que o mosquito da dengue fique longe de você. Mobilize-se!

Combate e Prevenção à Hipertensão

A pressão alta ou hipertensão é a pressão arterial, igual ou maior do que 14 por 9.

10 Mandamentos contra a pressão alta:

  1. Aferir a pressão pelo menos uma vez por ano.
  2. Praticar atividades físicas todos os dias.
  3. Aumentar a atividade física diária com medidas simples: usar mais escadas, praticar jardinagem, usar bicicleta ou ir a pé quando for fazer pequenos trajetos.
  4. Conservar o peso ideal, evitar a obesidade.
  5. Adotar uma alimentação saudável com pouco sal, sem frituras e com mais frutas, verduras e legumes (pelo menos 5 porções ao dia).
  6. Reduzir o consumo de álcool. Se possível, não beber.
  7. Parar de fumar.
  8. Evitar o estresse.
  9. Dedicar mais tempo para a família, os amigos e o lazer. Seguir corretamente as orientações do seu médico ou profissional da saúde.
  10. Amar e ser amado.

Como Prevenir a Conjuntivite

Prevenção e Tratamento

Prevenção: Não coçar os olhos. Não compartilhar objetos de uso comum com pessoas contaminadas. Não utilizar colírios sem orientação médica. Tratamento: Fazer compressa com soro e gaze estéril. Não utilizar toalhas ou panos para compressa. Não coçar a região afetada. Não usar água boricada ou chás caseiros

A Superbactéria

Higienização das mãos ajuda a combater a superbactéria.

A superbactéria. Apesar de terem sido veiculadas, no final do ano passado, inúmeras reportagens e notícias sobre a superbactéria e as mortes causadas por ela, a resistência das bactérias aos antibióticos não é uma novidade. Em 1929, a penicilina foi o primeiro antibiótico a ser descoberto e, nos anos 90, algumas bactérias já eram quase totalmente resistentes a ele. Desde então, inúmeros antibióticos têm sido desenvolvidos na intenção de tratar todo tipo de infecção, mas o aparecimento, nos últimos anos, de novas drogas têm sido cada vez mais infrequente. A resistência desenvolvida pelas bactérias está cada vez mais importante, a ponto de termos, hoje em dia, alguns micro-organismos totalmente resistentes a todo tipo de antibióticos existentes.E como acontece essa resistência? O uso cada vez maior de antibióticos, tanto para humanos como para animais, acaba por eliminar as bactérias sensíveis a determinado medicamento e algumas bactérias que já possuem algum tipo de defesa contra esse medicamento têm a oportunidade de sobreviver, multiplicar-se e tornar-se maioria. Nesse momento, o antibiótico não faz mais efeito e a infecção não pode ser tratada. Algumas bactérias são consideradas multirresistentes, pois não respondem a vários antibióticos. Portanto, o uso exagerado, inadequado e abusivo dos antibióticos, tanto no hospital, como na comunidade, pode levar a essa situação grave e alarmante.

O que fazer? Os profissionais que trabalham com controle de infecção hospitalar realizam esforços diários por meio de programas de uso racional de antibióticos, em que o uso dessas drogas é avaliado e adequado, evitando parte dessa evolução de resistência das bactérias. Quando temos um paciente com uma bactéria resistente, tomamos algumas precauções a mais no seu cuidado, como a instituição de atenções específicas e o reforço à adesão às práticas de higienização das mãos, além de informarmos e educarmos a comunidade hospitalar. Portanto, como podem ver, a resistência aos antimicrobianos nos hospitais não é um problema novo e, devido à sua gravidade, é tema do Dia Mundial da Saúde 2011. A resistência aos antimicrobianos é problema no mundo todo, é uma constante preocupação, pois o aparecimento de novos fármacos não acompanha a rápida evolução das bactérias resistentes. Os profissionais podem auxiliar na prevenção da resistência por meio da prescrição consciente de antibióticos e todos podem ajudar a não disseminação dessas bactérias dentro do Hospital seguindo as orientações da CCIH e higienizando sempre as mãos.

Disfagia

Acomete 16 a 22% da população acima de 50 anos.

A disfagia compreende uma alteração no processo da deglutição, a qual pode comprometer aspectos clínicos, nutricionais e/ou sociais do indivíduo. Manifesta-se clinicamente por emagrecimento, desnutrição, desidratação e por broncopneumonia aspirativa, a disfagia é um assunto de grande importância na prática médica, fonoaudiológica, fisioterápica e outras áreas envolvidas.

Frequentemente, a disfagia associa-se a doenças sistêmicas ou neurológicas, acidente vascular cerebral (AVC), câncer em território de cabeça e pescoço, efeitos colaterais de medicamentos ou quadro degenerativo próprio do envelhecimento. Acomete 16 a 22% da população acima de 50 anos, alcançando índices de 70 a 90% de distúrbios de deglutição nas populações mais idosas. Estima-se que 20 a 40% dos pacientes apresentam disfagia após o AVC, sendo identificada aspiração em até 55% destes. Acomete mais de 95% dos pacientes com Doença de Parkinson, sendo que apenas 15 a 20% percebem sua limitação funcional, queixando-se espontaneamente. Vale ressaltar que a broncopneumonia aspirativa é a principal causa de mortalidade dessa população.

Alimentação

É recomendável seguir uma dieta balanceada.

É recomendável seguir uma dieta balanceada e fracionada rica em frutas, verduras, legumes, carboidratos integrais e carnes magras. É especialmente importante manter uma boa hidratação, de preferência com água, sucos naturais de frutas, água de coco e evitar frituras e alimentos muito gordurosos.

Hidratação da Pele

Use filtro solar com FPS 30, no mínimo.

Ingerir água e sucos, com frequência, é essencial para manter a hidratação de todos os órgãos, não só da pele. Se tomar sucos cítricos, como limonada, por exemplo, lembre-se de lavar muito bem a região das mãos e ao redor da boca, com água e sabão abundantes, a fim de se evitar manchas na pele. Use filtro solar com FPS 30, no mínimo, retocando-o a cada duas horas, além de abusar de chapéus e óculos escuros. Quando chegar em casa, tome um banho com água morna para fria, usando pouco sabonete e, já com a pele seca, passe um bom creme hidratante em abundância na pele.

Programa de Residência 2020

Inscreva-se e dê o primeiro passo em busca dos seus sonhos.
1ª fase: 27/10/2019
Prova prática: 17/11/2019
Informações: coreme@hmcp.puc-campinas.edu.br
(19) 3343.8518
www.hospitaldapuc-campinas.com.br
www.tekyou.com.br

Estresse e a ansiedade são fatores de risco

O estresse e a ansiedade causados pelo trabalho e pela correria do dia a dia são fatores de risco para várias doenças, inclusive as neurológicas.
Evite se estressar, alimente-se bem, exercite-se e procure ajuda médica profissional para cuidar melhor da sua saúde.

Referência em Neurologia e Neurocirurgia

Em 40 anos de história, o Hospital PUC- Campinas se tornou referência em Neurologia e Neurocirurgia, realizando procedimentos, como pronto atendimento, consultas e internação, além de exames laboratoriais, coleta de líquor cefalorraquidiano, neuroimagem (tomografia e ressonância) eletroencefalograma e eletroneuromiografia.

Relação entre obesidade e qualidade de vida

Uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos podem melhorar e muito a nossa qualidade de vida: disposição, humor, rendimento, produtividade no trabalho e em tarefas pessoais, autoestima e muito mais.
Procure levar uma vida saudável e colher os benefícios.

Quando devo procurar um neurologista?

Não é fácil saber se os sintomas precisam ser examinados pelo neurologista, por isso listamos algumas queixas nas quais se deve prestar atenção: dores de cabeça com mudanças nas características, como aumento da intensidade, da frequência, se acorda o paciente, se aparece após o exercício físico, entre outras.
A enxaqueca pode ser acompanhada por sintomas visuais, sensitivos e outros (enxaqueca com aura), que são situações que precisam de um olhar da neurologia, pois os pacientes, muitas vezes, não as tratam adequadamente. Esquecimento de fatos recentes, desatenção ou desorientação temporal ou espacial são sintomas que aparecem na doença de Alzheimer. Desequilíbrio, alteração da destreza e dificuldade para caminhar também devem ser avaliados por este profissional.

Setembro Amarelo

Setembro é o mês de prevenção ao suicídio, por isso temos que nos unir para cuidar do bem maior: a vida.
Se você já teve pensamentos sobre o suicídio ou conhece alguém nesta situação, ligue para o Centro de Valorização da Vida (188) para receber ajuda ou cuidar de quem precisa.

Sintomas de um acidente vascular cerebral (AVC)

A dormência e o formigamento ocorrem por diversas causas: quando de aparecimento súbito, em um lado do corpo, podem ser sintomas de um acidente vascular cerebral (AVC) e, nesta situação, deve-se procurar urgentemente o Pronto Atendimento ou Pronto-Socorro.
Caso o formigamento ou a dormência sejam frequentes, de aparecimento inicialmente em membros inferiores, podem ser causados por diabetes mellitus, hipotireoidismo, deficiência de vitamina B12, síndrome paraneoplásica, entre outras, e a consulta com o neurologista deverá ser marcada para investigação.

modelo-emergencia

  • LOCALIZAÇÃO

Av. John Boyd Dunlop, s/n° Jardim Ipaussurama

Como Chegar

  • TELEFONES

Atendimento

Diagnóstico rápido e preciso, estrutura adequada para atendimento e exames clínicos 24 horas.

(19) 3343-8600

Post de evento 01

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Integer aliquam aliquet augue, quis scelerisque magna lacinia quis. Quisque consectetur tincidunt tristique. Phasellus non congue orci. Quisque at posuere justo. Vivamus ut sodales lacus. Ut ultricies lectus quis ante elementum, nec bibendum libero semper. Donec imperdiet, arcu sed volutpat placerat, felis erat lobortis lacus, ut mollis justo ante vestibulum ex. Curabitur luctus, dolor non pellentesque interdum, mi lacus consectetur ligula, sit amet maximus lorem purus a purus. Maecenas risus mi, mollis sit amet ipsum ac, varius dignissim urna. Sed euismod luctus varius. Nam dignissim, risus in semper pellentesque, quam mauris consectetur lorem, quis blandit lacus tortor a urna. Ut in magna id elit congue porta. Proin at tincidunt erat. Nam semper tellus in feugiat finibus. Duis efficitur tincidunt lectus et consequat. Nullam et elit vitae ex scelerisque maximus a quis massa. Maecenas nec tellus nisi. Curabitur hendrerit lectus vel suscipit porttitor. Integer eget convallis ante. Integer eleifend finibus metus eget cursus. Nam iaculis est enim, quis dignissim ligula iaculis nec. Nulla tincidunt neque eu arcu sagittis dignissim. Nullam pellentesque diam sit amet tellus euismod, in auctor tortor vulputate. Donec vel enim et purus viverra pulvinar non at massa. Praesent a est ac metus elementum ullamcorper. Sed a rhoncus nisi, egestas vulputate lectus. Maecenas vel diam ac enim lobortis pharetra. Nulla non quam commodo, aliquet dolor eget, placerat odio. Morbi ac lorem est. Sed varius orci nunc, sed tincidunt mi congue quis. Donec eleifend felis sit amet efficitur imperdiet. Vestibulum suscipit non purus sed euismod. Nulla at dolor posuere, tincidunt est fermentum, blandit odio. Integer sed elementum quam. Nulla viverra ipsum eu nisl laoreet accumsan. Duis vel turpis quis justo dapibus sagittis at eget massa. In varius ullamcorper vehicula. Vivamus purus mi, euismod eget tempor congue, pretium quis massa. Proin ac orci id est pellentesque ultrices nec eget nisi. Nulla molestie feugiat elit vitae vestibulum. Integer non accumsan felis, nec auctor dolor. Nullam sit amet diam diam. Etiam eget lacinia massa. Ut id sem elit. Proin id urna nibh. Phasellus ac mi non eros aliquet tempor eget at risus. Nunc a eleifend nibh. In in sollicitudin leo. Proin molestie enim eget iaculis finibus. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. In fringilla vestibulum quam, quis lobortis ligula rhoncus id. Sed accumsan ipsum condimentum, laoreet ex in, pulvinar nisl. Duis non blandit tellus. Nullam volutpat, neque sit amet iaculis commodo, purus arcu placerat urna, non eleifend odio massa nec ex.